Resultado

Uau! 90 comentários para me ajudar a escolher um carro velho. Tive o trabalho de contar as opiniões positivas e negativas para cada modelo, e classificá-los de acordo com o saldo. Até agora, Corsa (+6), Monza (+5), Corolla (+4) e Subaru (+4) são os melhores. Os piores são o Daewoo Espero (-3), o Hyundai Accent (0) e, para minha surpresa, o Escort (também -3). Destaques para dois que pontuaram bem e nem estavam na lista, Xsara (+3) e Santana (+3). Outros que também não estavam na lista pontuaram +1: Kadett, Civic, Astra/Vectra importados, Verona, Renault 19 RN e Renault Mégane.
Resumindo, complicou mais ainda: consegui descartar os coreanos e o Escort de minha lista; em compensação, entraram outros sete modelos na parada. Muito obrigado, queridos leitores.

28 comments

  1. O que lhe parece um problema é na verdade a solução.
    Escolha entre Corsa Wagon (vantagens: é mais novo, você já está acostumado com Corsa) e Monza (vantagens: nunca foi mico, e…Você gosta de carro grande?).
    Sinceramente, todas as outras opções têm potencial enorme para dar dor de cabeça. Se, ou quando, um importado quebrar, vai ser demorado, chato e caro para consertar.
    Uma dica:
    Se o carro estiver realmente conservado, não custará barato.
    Se o carro estiver realmente barato, hum… Ou o proprietário é muito trouxa, ou coisas da arca da velha esperam pelo comprador.
    Mais uma: Um carro velho e muito rodado (especialmente em estradas) pode estar muito melhor que um carro novo e com 58.000km. Mesmo porque, todo picareta volta o hodômetro para a casa dos 60.000km. Pode reparar.

  2. Rapaz, né por nada não, mas os carros da Volks duram pra vida inteira. Só um exemplo disso é que quando as empresas vão investir em carros pra trabalhos assim, de peão, sempre comprar ou da Volks ou aqueles Fiats Uno – que tb não resistentes, mas não são da Volks, ok, valeu a intenção -.
    Fica a dica.

  3. Marco, Só consegui ver a resposta dos comments do post anterior agora… Então, tem Xsara mais barato se você quiser um modelo 97 ou um 99 2 portas. achei até por 13 em agência mas, como já disseram, os caras de agencia são feladaputa mesmo. Tinha um barulhinho na suspensão que eles ficaram de arrumar e não fizeram. 100 conto pra consertar e a mangueira de ar quente foi desligada. Sorte que no mecânico ele refez a ligação e tá bacana até hoje. Então, sobre o xantia, eu acho um puta carro também, mas deve gastar mais combustível por ser mais pesado e aquela suspensão a ar me dá calafrios só de pensar quanto custaria um conserto… Faz o seguinte: Se o Xsara tá muito caro, pega um ZX, que ainda tem quase tudo que o Xsara tem como original, e se pegar uma versão completinha vai ficar bem na foto! Ah, e compre de particular ou leve um mecânico supremo pra avaliar o bichinho…
    Abraço

  4. Cara
    Carro velho importado é fria. Se você quer comprar um carro velho pra não entrar em financiamento, comprar um carro que vai te dar uma puta dispesa com manutenção não vai adiantar em nada.
    Vai de Monzera mesmo. Puta carro, com a grana que você disse estar afim de gastar você compra um completo que vai te dar um puta conforto. E , se der algum defeito , qualquer mecânico sabe consertar. Mesmo você estando numa cidadezinha bem pequena e sem recursos , vai ter sempre um louco que vai colocar seu carro funcionando.

  5. Marco.
    Para ter uma idéia sobre as diferenças entre Santana e o Monsa ligue para uma empresa qualquer (que venda peças e acessórios) e pergunte o valor das peças de reposição de um e de outro pra comparar.
    Como são muitos itens, recomendo que use como referencia os demandam manutenção periódica ou que estão mais propensos a dano. Citarei alguns exemplos:
    ð Jogo de amortecedores;
    ð Surdina (ou escapamento);
    ð Conjunto de borrachas e pivôs de suspensão;
    ð Rolamentos de roda e homocinéticas;
    ð Conjunto de filtros;
    ð Pára-brisa;
    ð Pastilhas de freio;
    ð Entre outros…
    Não sou xiita a ponto de dizer que o Monsa é um carro ruim, mas certamente, fazendo a comparação acima teremos um escolhido entre os dois modelos.
    Um abraço.

  6. Marcurélio…
    Considere Kadett e Monza como 1 só. Eles são praticamente o mesmo carro, porém em formato e acabamento interno diferente. Na parte mecanica, eles são basicamente o mesmo carro.
    E na boa? Se a tua grana chegar a 18mil, vai de vectra. Se não chegar, considere um kadett gls 98 (14mil). É o exato mesmo motor do vectra 2.0 8v.
    Agora, vai do teu gosto. Se gostar de sedan, vai de monza mesmo, procurando sempre os 2 ultimos anos de fabricação [95 ou 96], não que seja garantia de estado de conservação.
    E uma dica particular que eu sempre recomendo aos meus amigos: Na hora de comprar um carro usado, se cadastre em um forum de clube automotivo e solicite ajuda, ou até mesmo procure saber quem está vendendo. Adquiri um kadett ano 95 com 75mil km rodados originais assim.
    Agora, eu só discordo da opinião de que “importado” é fria. É de um preconceito gigantesco. Alguns carros simplesmente não dão problema, necessitando quase sempre da manutenção periodica bem feita mesmo (agua do radiador, oleo…blablabla). A unica coisa que nunca deixará de ser verdade é que o valor das peças chega a ser um absurdo. Já tive um mitsubishi colt 95, que assustava facil qualquer dono de kadett, tempra, gol, nunca me deixou na mão, porém uma batida me custou apenas 1500 só com os farois…
    Mas perceba…A maioria das opniões com notas altas são de carros com mecanica GM, então voce sabe por onde começar a procurar um bom carro.
    Quanto aos clubes, segue os endereços.
    Monza Clube – http://www.monzaclube.com
    Kadett Clube SP – http://www.kadettclube.com/
    Kadetteiros Campinas – http://www.kadetteiros.com

  7. Só um comentário que li a respeito de carro importado velho dar dor de cabeça: a própria Forbes atualmente listou os 10 carros considerados mais confiáveis, e todos (TODOS mesmo) são japoneses (Honda ou Toyota). Tudo bem, são os modelos novos, mas mostra a tradição dos caras de fazerem carros bons.
    Não vou dizer que o meu Renault 19 RN não deu dor de cabeça (tudo bem, o mecânico trocou a bomba de água por uma de Kadett e ficou jóia, porque a original custava o dobro), mas o Monza, pelo que eu tive contato, também dá manutenção cara (nesse caso, vale avaliar os preços das peças listadas pelo Hermes).
    Enfim, resumindo a minha opinião: se você quiser um carro antigo e que não te dê despesa, fique com carros da Volks (ou Fiat Uno). Se você quiser um carro antigo que te dê um pouco de dor de cabeça e bastante conforto, compre um carro japonês (Civic ou Corolla antigos). O Renault 19 RN entra na casa dos carros que te dão conforto e podem te dar dor de cabeça, mas aceitam gambiarras (XSara, Xantia e ZX da Citroën já não aceitam, e tive o XSara e o ZX), então acho que você não quer esse tipo de carro.
    Um abraço.

  8. Se ainda estiver em tempo, e corroborando um comentário no outro post, pergunte aos taxistas do que eles gostam.
    Aqui em Curitiba quase não tem táxi Ford, muito raro ver um. O otário aqui só percebeu isso depois de comprar um Fiesta.
    Conversei com alguns e eles adoram o Santana (eu nunca tive), dizem que é muito confiável, confortável e de manutenção barata.

  9. Compra logo um minibuggy do Bob Esponja. Não gasta gasolina, é ecologicamente correto e anda na velocidade do trânsito do Rio e São Paulo.

  10. Cara, na moral msm, nem ia meter o bedelho pra não ficar chato. Mas é o seguinte, eu tinha uma Palio Adventure 2003(28 mil), o carro era meu grande amor, mas como comprei em parceria com a noiva ela tbm tinha direito a palpites sobre o mesmo. Ela tbm amava o carro, mas precisávamos de mais um, já q a familia está crescendo. No momento estavamos sem condições de abrir outro financiamento, a solução foi vender o Palio e dividr a grana. Eu comprei um Honda Civic EX 94, completaço, lindo por fora e por dentro, paguei 16 mil, só troco ele por um honda mais novo num futuro muito distante. Minha conjuge, muito esperta e prática, comprou um Astra Hatch 95 e tbm não se arrepende, apesar de viver pedindo o meu emprestado…
    Se puder comprar um Honda, meu conselho é compre. Satisfação garantida, o carro é carro msm. Muito foda.
    PS.: muito bom o blog, acessei esses dias e já viciei, parabéns.

  11. Guia de compra do BestCars:
    Monza:
    http://www2.uol.com.br/bestcars/guia/monza-1.htm
    Santana:
    http://www2.uol.com.br/bestcars/guia/santana-1.htm
    Tem preços de peças na segunda página, mas infelizmente está desatualizado.
    Quanto aos importados, dois anos atrás eu conversei com um amigo meu sobre o Civic. Concordamos que é um ótimo carro, confortável, robusto, etc, mas eu dizia que SE, ou QUANDO (porque nada dura para sempre) o carro quebrasse, o “bom negócio” viraria mico. Meu amigo teimou que não. Um primo dele tinha, o carro não quebrava, etc, etc, etc.
    Mês passado nós vimos no estacionamento da faculdade o mesmo Civic hatch branco que deu início à conversa de dois anos atrás. Minha opinião permanece a mesma. O meu amigo teve que concordar comigo, depois que o primo dele descobriu que o custo para arrumar vários detalhes no carro (segundo meu amigo, não era nada sério, mas…)ficaria em DOZE MIL REAIS.
    Aposto que em SP seria mais barato, mas até que ponto?
    E recomendar um carro para gambiarras já é sacanagem ¬¬

  12. Rapaz, quer um carro bao de motor e de peça??
    Os Palios antigos 1.6 16v. Levam qualquer 2.0, completos, tem peças e sao relativamente economicos.
    O Vectra (98-2000) tbm é ótimo carro, pouca manutençao e muito conforto.
    O Marea tbm. Tempra só se for 8v…fuja dos importados.

  13. Oi Marco! Quanto ao carro, não sei… Mas que o sofá de vocês é lindo, isso é. Fato inegável. Valeu a espera, hein? Parabéns aos dois, pelo sofá (devidamente visto alhures, no blog da D. Ana) e pelo bom gosto!
    (Eu já tive um Palio 1.5, álcool. Deu nada de problemas, em 4/5 anos de uso. Não sei se isso o torna um bom carro, por isso não sugiro nada. Só digo que não deu oficina, em 5 anos.)

  14. No primeiro post voce citou “um sonho de infância”, o Jeep Willys.
    Voce poderia pensar então num Lada Niva, que é um 4×4, mas, com cara de carro de passeio.
    Já que tá no inferno, abraça o capeta!!!!

  15. Pelo o que eu li nos comentarios, carro importado pode dar zebra por causa do preco das pecas… Eu nao entendo nada de carro, mas o meu marido e uma enciclopedia ambulante e diz que Honda seria a melhor opcao, se tiver um bom historico de manutencao. Ele jamais compraria um carro frances: problemas eletricos, nao aguentam o tranco, depois de certa quilometragem quebram na certa. O controle de qualidade nao e la essas coisas. Se for comprar importado, vai de japones. Nao quebram e sao super confortaveis, com todos os luxos… Boa sorte!

  16. Oi,
    Sei que não será de muita valia, mas sou dona de um Clio 2000 e simplesmente amo esse carro: 1.0, compacto, econômico, xia quando eu ligo o ar, mas é super macio.
    E só vale 17.000,00 o que eu acho um absurdo.
    Té mais!!!

  17. Cara, tenho um Siena 1.6 8v motor argentino completo de fábrica (varia entre 14 – 16000 dinheiros), ano 98. Carrão: espaço interno bom, motorzão, ar gelando (não estou vendendo! ainda) e manutenção fácil e barata e o cilindro GNV não acaba com a mala. Recomendo.
    No mais, foge de 1.0 e 16 vávulas como o diabo foge da Cruz!

  18. Olá…Te leio sempre que posso mas nunca comentei…
    Pois então…Tive uma vontade incontrolável de comentar só pra te dizer…
    Fuja! Fuja dos renaults amigo!
    Aliás fuja de importados…
    Não compensa…
    Sem mais…
    Boa Sorte!

  19. Vi muitas pessoas falando de importados, principalmente coreanos e franceses.
    Bem, minha opiniao: fui dono de um Audi A 2005 por dois anos e meio.
    O carro era excelente! É um VW com grife(melhor acabamento e mais refinado). Pouco rodado(vendi com 70.000Km originais)
    Manutenção de peças de consumo normal(filtros, amortecedores, buchas e etc) era tranquilo, até pq muitas peças tb eram parte do VW Golf.
    Agora, determinadas peças que não são de troca rotineira, como por exemplo o relê da cheve de seta custava bem caro(algo em torno de R$ 700,00 na época) e o seguro sempre foi salgado(eu pagava 6% do valor do carro. Só por comparação o seguro do Ford Fusion custa 3% do valor do carro).
    Em resumo: carro importado usado, mesmo sendo “barato” na hora da compra(pode ser coreano, alemão, japonês), não é carro para pobre(desculpem-me o termo), ou seja o cara não pode ganhar 1500 reais por mês e financiar um Audi A3 2005 e pagar 600 reais de prestação e ainda querer ter seguro e manter o carro, principalmente contado com algumas trocas(por exemplo o relê que mencionei) inesperadas.
    Na verdade um cara que ganha 1500 reais deveria usar transporte público e de vez em quando “rachar” um táxi com a sua galera, mas como o transporte público é ruim no Brasil os caras compram carros, não fazem seguro, não dão manutenção e é por isso que o preço de usados no Brasil(assim como os novos por razões tributárias) não cai tanto quanto no exterior.

Deixe uma resposta para Dick Vigarista Cancelar resposta