Blogs sérios

Foi publicada uma matéria na Veja com o título “Blog é coisa séria”. Deve ser a terceira vez que a revista “descobre” o mundo dos blogs, e sempre com atraso e de maneira equivocada. Desta vez o assunto são os blogs que tratam de política, cultura, negócios e outros assuntos de gente grande. Escolheram bem o representante brasileiro para a matéria, Alexandre Soares Silva, mas só se publicou besteira: que ele faz de tudo para receber visitas (seria deselegante), que é aspirante a escritor (Alexandre é dos poucos escritores atuais que valem a pena), que tem mais visitas diárias do que exemplares vendidos de seus livros (como se a comparação fizesse sentido — fosse assim, o Balde de Gelo já seria um best seller). Enfim, a foto saiu legal.
O assunto, porém, é bem interessante. E então eu queria saber: alguém aí conhece algum blog que tenha como tema assuntos sérios, principalmente tecnologia e negócios? Algo como o Techboogie, por exemplo (o autor vai me dar um real por visita originada do JMC)? Digam, digam.
E visitem o Techboogie, que eu preciso da grana.
UPDATE: acabo de saber que o dono do Techboogie dar-me-á (me segura!) um real complementar para cada novo comentário no blog dele. Então visitem e COMENTEM.

14 comments

  1. Pronto, já ganhou 1 real!
    (Aliás, falando do Salomão… tó só vendo quais serão os “Provérbios” e os “Cânticos dos Cânticos” desse Mano aí…)

  2. Caralho, viu… Torram nosso saco com essa historia de globalizaçao, de mundo internacional e todas as outras pentelhices que justificam o aumento do petroleo quando um gafanhoto somaliano peida, e eu ainda tenho que ver você falando que quer que EU va TE dar dinheiro? O CACETE, mano! Quero minha porcentagem, e nada de pagar em real, que blog sério tem que ser pago em moeda séria: dolar ou euro!
    😉

  3. É por causa de revistas como a breja e programas como o mural nacional que esse país não vai pra frente. Depois ainda reclamam que o brasil perde de 3 a 0 pra argentina….ao menos os vizinhos não ficaram gritando na janela.

Deixe uma resposta para Rafael Batata Cancelar resposta