Epifania

Hoje eu tive uma epifania. Durante uma conversa com meus irmãos, fiz um rápido retrospecto de minha vida e concluí: sou um derrotado. Até aí, nenhuma novidade. Só que até hoje eu não havia experimentado a percepção das dimensões do meu fracasso. Hoje sim: percebi de forma clara e inconfundível que sou um derrotado sem remédio, um perdedor, um zero; que sempre o fui em todos os momentos de todos os aspectos de minha vida.
Por um instante, um sorriso assomou-me à face frente à perfeita simplicidade dessa descoberta súbita.
Mas em seguida percebi o que ela significava.
(Não, não vou gastar mais 150 reais, obrigado).

38 comments

  1. vou dizer a mesma coisa que eu disse para a senhorita minha namorada: Primeiro perca todas as esperanças. Só depois disso feito é que você vai conseguir o que quer.

  2. Cuti, cuti!!!! Fazendo charminho de novo, né? Nem meu filho de 19 meses consegue tanta atenção com manha como você. Rapaz, se quiser ir ao psicólogo vai, no SUS tem também, caso vc não saiba. Dá uma banana pra quem te acha derrotado, no caso se for vc mesmo, então se dê uma banana!!! Se conseguir depois me diz como é…ou melhor, manda a foto!!! O caso é…não subestime o poder de um bom FODA-SE!!

  3. Marco Aurélio, veja a coisa pelo lado positivo: você já escreveu um livro, já deve ter plantado alguma árvore e não sei se já teve algum filho, mas já é, de cara, 66.66% um vencedor. Continue firme aí, queridão!

  4. não sei quem diz que, a partir do momento que você descobre um estado do seu ser, automaticamente você deixa de sê-lo.
    aí você manda um postal.

  5. vai ser pessimista assim na casa do caralho! veja bem…:
    1)vc se propôs a ter uma coisa gay chamada blog; sucesso de público e “crítica”;
    2) escreveu um livro fodão;
    3)mesmo com essa cara, arrumou namorada;
    4)é gordo, logo não passa fome;
    5) tem uma porrada de amigos, portanto no quesito “fazer amizade” não é um fracasso.
    6) ah se fudÊ

  6. Marconi, como eu não estava presente durante a conversa, nem conheço a sua vida and so and so on, fica difícil argumentar (até porque, dirá você, isso não é do meu pecúlio :-)). Mas me surpreende, e não consigo aceitar, que um cara jovem e talentoso (sim, deixa de frescura e falsa modéstia) como você possa se sentir um derrotado – e pior, sem remédio.
    Acorda, rapaz.

  7. Essa é a pior parte, eu entendo. Desisti da minha por isso. E olha que eram só cinquenta paus por semana. Recentemente ouvi dizer que filósofos andam atendendo. A coisa parece que é super informal e mais barata que os cinquenta paus que eu pagava. Não sei se resolve, mas quer saber? Psicanalise só ajuda se você tiver grandes segredos te incomodando ou se vc for um cara muito sozinho. Caso contrário a história virá papinho em menos de seis meses.
    Mas queridão, eu não entendo que mania é essa de vc se achar derrotado. Vc é um cara inteligente, engraçado, cheio de bons amigos, familia bacana, é um sujeito interessado pela vida, paga suas contas, namora bem, é ajeitado… Tem que ser muito lelé pra achar que é derrotado. Eu sei que eu nao sei da sua vida pra dizer isso com tanta propriedade, mas vc é legal demais pra ser tao chato com vc mesmo.

  8. “Só é fracassado quem não tentou o suficiente”
    Minha autoria. (Segundo o google ninguém escreveu essa frase antes)
    Falando sério, acho que você precisa fazer aquela coisa meio gay de “buscar paz interior”. Não, não precisa ser numa religião, seu ateu chato. Tem várias maneiras de fazer isso.

  9. Tanto faz ser derrotado, o legal é ser feliz, dar risada, beber cerveja e comer pizza.
    Isso de realização é estranho, Marco. Não vou te dar lição nenhuma, mesmo porque eu sou muito inexperiente nesse lance de vida.
    Mas adoro comer pizza.

  10. Depois de muito, muito tempo sem entrar aqui no JMC, resolvi dar uma passada. Não vou mentir… queria ocupar meu tempo o máximo possível pra não pensar nos problemas que me incomodam neste exato momento. Estava me sentindo a pior das criaturas, mas lendo (atrasadamente) seu post sobre as novas regras do Banco Imobiliário, me peguei rindo sozinha, por isso, muito obrigada! Agora, quando à sua epifania, não te conheço, portanto não posso me intrometer adequadamente. Tudo o que posso dizer é que se você está se sentindo assim, deve fazer alguma coisa para mudar isso. O que? Não sei… não te conheço…

  11. Sabe, eu tava lendo e descobri que sou mais fracassado do que imaginava.
    Não vi nenhum show dos Demônios da Garoa e nunca vi o Toninho em tamanho maior que as 14 polegadas da minha TV.
    E você ainda se acha fracassado…Deus do céu

  12. Faço psicologia, análise (claro, não sou idiota de pagar 150 e sim 50, hehe) e defendendo a classe, está sendo bom pra cacete (no sentido puro da palavra), descobrir e contar as merdas e os fracassos e descobrir que não forma tantos assim e que houveram muitas vitórias sim. “Tente outra veeeeez!!!”

  13. Conversar com irmão dá nisso: a gente sempre se sente por baixo. Eu, por exemplo, ganho mais do que meus irmãos, sou mais bonita, tenho uma casa mais confortável etc etc e, ainda assim, me sinto por baixo perto deles. Vai entender…
    Agora, você, diante dos cinco argumentos do Dapirueba (deusmelivre!), fica difícil entender o porquê do sentimento de derrota. Tudo bem. Sentimento é coisa esquista mesmo.

  14. “Eu que já não quero mais ser um vencedor… Levo a vida devagar, pra não faltar amoooor…
    […]
    …eu que já não sou assim, muito de ganhar, junto as mãos ao meu redor, faço o melhor que sou capaz só pra viver em paaaaaaz…”

  15. Outra coisa: nenhum terapeuta, além de um filha da mãe incrível chamado José Angelo Gaiarsa, merece 150 paus por consulta. O dia que vc quiser fazer um test drive eu te dou o endereço. Só reze pra ele estar vivo. A última vez que eu fugi da casa dele ele já estava bem velhinho.

  16. Não sei como ainda não pegaram no teu pé por causa do título do post! Conflitos internos!? Ou somente uma dose de sarcasmo!? Tá mais pra última…

  17. ‘que sei eu do que serei eu que não sei o que sou’…’falhei em tudo/como não fiz propósito nenhum/talvez tudo fosse nada’.ok,vá lá que sejas mesmo um derrotado.mas a ‘questã’ é:o que seria ser um vitorioso?ou de outra forma ainda:se vc é um zero em tudo o que seria ser um 100 em tudo?ou seria 1000?

  18. Carai… Eu também tenho muitas crises de depressão, meus amigos e minha família não percebem isso pq na frente deles, eu me mostro sempre de bom-humor.
    Foda-se…
    Porra, espero que vc melhore. Sou teu fã. Te adoro.
    Acho que entendo o que vc está dizendo, mas tenho que assinar em baixo do Dapirueba.
    Beijundas!
    Obs: Não estou te cantando

Deixe uma resposta para ale siedschlag Cancelar resposta