57 comments

  1. Dois! (tá, eu sei que essa é velha. Mas veja bem, estamos comentando um “bah”. e com certeza vai ter uns 60 e tantos comentários. Sem falar nos anencéfalos de plantão e suas associações que não têm a menor graça…
    Por isso que eu não crio um blog…)

  2. Marco Aurélio, vc realmente é um poeta… Nunca vi tanta emoção e expressividade em uma única palavra, ou grunhido, sei lá… Continue assim…

  3. Eu achei um desses selos do livro por ai, a ideia do livro é tão legal. Então entrei no outro blog, mas quando vi o nome desse não resisti e pulei pra cá. Quanta imaginação heim! Isso que é gostar de escrever 2 blogs ativos e um livro! rs. Vou colocar uma daquelas imagens da postagem de 22/11 no meu blog. 😉

  4. Gostei tanto do seu estilo de escrever! Não estou falando deste post, mas dos outros que estou lendo, buscando nos arquivos.
    Estranho dizer que os comentários são chicotadas… Parece que vc escreve mesmo para os fundamentalistas. De qualquer maneira, fiquei intrigada com o tema, entrei no blog e gostei muito.

  5. É triste ter que expor isso, Marco, mas creio que o sistema de censura prévia dos comments precise voltar com urgência.
    Extravasar as anencefalias entranhadas na alma é até suportável, mas uma propaganda descarada de um sitezinho bobo como aquela ali de cima ( eu repito e acrescento: sitezinho bobo, pretensioso e insosso), é inaceitável.
    Foi a permissão para coisas desse gênero que pos fim a trabalhos geniais como o da Sarcástica e do Chico barney.

  6. Ehehehe… Dexa os cara fazer propaganda, até aí foda-c eles ehehe… A gente sabe que aqui tem conteúdo, o que num sabe é quanto tempo a crise de anencefalia do Marcurélio vai acabar prá ele postar a continuação da biba sacaneada…

  7. cara, desculpa, não quis dizer que o seu é ruim. pelo contrário, é ótimo… só acho que, tirando a estética (isso o seu, de fato, é melhor), a diferença do nível de vocês não é tão grande como a de fama e comentários… e acho isso estranho… mas, enfim, eu não tenho que achar nada. vocês são os melhores, e desculpa de novo.

  8. Marco,gostei do post,o mais curto que já li.
    A propósito, vc vai escrever as histórias da bíblia o livro de crônicas I e II? é a genealogia desde o gênesis até Davi. Pula essa Parte.
    Absalão,Absalão,Absalão ô,ô
    Absalão que eu vou!
    Viu? Também sei ser engraçada.Tá bom, já parei.

  9. De todos os posts, de todos os blogs que já visitei esse é sem dúvida, mas sem dúvida mesmo, o mais engraçado de TODOS, repito, DE TODOS, DO MUNDO INTEIRO, estou me mijando até agora… me refiro ao pesto em que vc engorada, fica careca, com certeza já sem alguns dentes, mas, mesmo assim, está melhor! Vc é um caso raro!

  10. não são duas palavras, simplismente.. é uma pergunta de alta relevância.. aliás, “hum?” faz parte do idioma mundial.. em qualquer lugar, se vc fizer cara de “hum?” vão repetir o que disseram. mesmo que vc não entenda nada mesmo. e “bah”, no RS, pode ter 563 intervenções diferentes.. o que dá margem pra resposta desse “hum?” se adaptar conforme queira. tá bom, tá bom.. já tô indo..

  11. Ô Marco Aurélio,
    Você devia se candidatar a cargo político. Tudo o que você escreve, fala, grunhe ou faz dá ibope.
    Se desse para postar um peido (com o perdão da má palavra), o post receberia uns mil comentários. A maioria elogiando, é claro!

  12. Sad songs and waltzes aren’t selling this year
    I’ll tell all about how you cheated
    I’d like for the whole world to hear
    I’d like to get even

  13. Taí a ‘melô’ dos leitos do ‘Chicoteia’ !
    Marcão, mais uma cifrada … hehehe
    C#7 F#7 D/F# F#m6
    Porquê me arrasto aos seus pés
    D/F# F#m D/F# F#m6
    Porquê me dou tanto assim
    F#m C#m4 F#7
    E porque não peço em troca
    Bm
    Nada de volta pra mim
    G#m5-
    Porque é que eu fico calado
    C#7 F#m
    Enquanto você me diz
    G#7
    Palavras que me machucam
    C#7 D/F# F#m6
    Por coisas que eu nunca fiz
    D/F# F#m
    Porque é que eu rolo na cama
    F#m D/F# F#m6
    E você finge dormir
    F#m C#m4 F#7
    Mas se você quer eu quero
    Bm
    E não consigo fingir
    G#m5- C#7
    Você é mesmo essa mecha
    F#m
    De branco nos meus cabelos
    G#7
    Você pra mim é uma conta
    F#m
    A mais dos meus pesadelos
    C#7 F#m D/F# F#m6
    Mas acontece que eu
    F#m D/F# F#m6
    Não sei viver sem você
    C#m4
    Às vezes me desabafo
    F#7 Bm
    Me desespero porque
    G#m5-
    Você é mais que um problema
    C#7 F#m
    É uma loucura qualquer
    G#7
    Mas sempre acabo em seus braços
    C#7 F#m
    Na hora que você quer!

  14. Ish… O fim do mundo tá próximo, ó a situação, 51 comentários para um Hum? Bah. E com todos os tipos possíveis de comentários inclusive uma música brega cifrada, será que foi + um dos inspirados pelos acéfalos do outro post?? Vai sabê… Só tem loco aki(incluindo eu)… Êba, sou o 51, ehehhe, viva a pinga!!!

  15. desculpe a franqueza mas,acho que todos nós,já temos conciência de que nao estamos comentando mais o que esta escrito,é mais uma forma de a gente se aparecer mesmo, um querendo ser mais descolado que o outro, o que é até legal.
    acho que esta virando um bate papo sem papo.
    lembrando que nao é uma crítica é só uma observação(sem binóculo)
    Ahhhhh 56 claro!

Deixe uma resposta para Gabi Cancelar resposta