Regozijai-vos, sim, ó crentes!

É sempre assim: a gente ataca a banda podre (não estou falando do Charlie Brown Jr.) e nego já se sente à vontade pra sair ofendendo todo um grupo. Seguinte: tive uma formação protestante e sei o quanto isso é difícil num país de católicos não-praticantes. Há dicriminação aberta e cruel contra os crentes, e ninguém fala disso. Parece normal. Crente é burro. Crente não trepa. Crente não toma cerveja. Crente não faz nada. Crente não ri. Crente não conta piada. Crente só canta e ouve música de igreja. Crente só lê a Bíblia. Aí quando um ignorante desses encontra um crente legal, fica espantado. Isso acontecia comigo direto, e eu nem sou tão legal assim. Imagino o que pessoas como o John, Alecrim ou a Vanessa devem ouvir por aí…
E quanto a vocês, meus leitores evangélicos? Não dizem nada, não defendem a classe? É pra se manifestar, crentaiada!

65 comments

  1. Olha, graças a Deus, eu nunca sofri nenhum tipo de discriminação por ser crente, mesmo porque depois da minha conversão eu continuei sendo a mesma pessoa, aliás, a mesma pessoa não eu tenho certeza que melhorei muito. E isso é mito, que crente é burro, que crente não ri e o escambau, mas muita gente não percebe isso, talvez pelo PRÉ CONCEITO que fazem dos evangélicos.
    Os crentes que eu conheço (e são muitos) são um povo extremamente feliz, tem crente até que parece que vive chapado de tanto que é feliz!!!
    Outra coisa boa é que crente tem paz no coração. A casa tá caindo, mas Deus é maior!!! E a gente se deixa abater menos pelos problemas.
    Crente lê a Bíblia porque edifica, crente não bebe porque não precisa, e crente faz muita coisa, ô povo pra ter vida social agitada…
    É isso, quem nunca visitou uma igreja evangélica, devia ir… só pra ver que as coisas não são como parecem. Ninguém precisa se converter, só conhecer.

  2. O meu pai era Paulista, meu avô pernanbucano, não é bem isso que quero dizer, na verdade meu pai é paranaense, mas luterano, minha namorada é católico,eu sou ateu e tenho amigos pertencentes as mais variadas correntes religiosas, e isso nunca foi um obstaculo entre nossa amizade, sempre nos relacionamos muito bem, acredito que religião não pode ser uma barreira entre pessoas, não é necessário converter ninguém, e muito menos um ateu é necessariamente uma pessoa má. Na verdade os ateus são pessoas excelentes, pois eles não esperam a ajuda celestial, eles fazem.

  3. pode ser pre-conceito, discriminação, podem chamar de qualquer nome. não tenho religião alguma. não acredito num “livro” que vem sendo modificado com o passar dos tempos, ao interesse de seus escritores/tradutores. não gosto de crente. conheço muitos. 90% é fanático que ao invés de viver suas vidas, cultuar seu deus, ficam se metendo a “arrebanhar” fiéis. que a gente vive no erro, eles é que estão certos. se eles estão certos, vão viver suas vidas e esqueçam as pobres almas perdidas, ou não foi deus quem deu a capacidade a TODOS do livre arbítrio?

  4. JL, desculpe mas eu ignoro qualquer afirmação que contenha uma estatística não comprovada. De onde cê tirou esses 90%???
    Thalita, procure um livro chamado “Cristianismo Puro e Simples” (ou “Mero Cristianismo”), de C.S. Lewis, talvez o homem que melhor soube expressar o cristianismo no século XX. Nele, Lewis diz que a religião abstêmia é o islamismo, não o cristianismo. E que ele ficaria muito puto se a Igreja Anglicana o proibisse de tomar vinho.

  5. By the Way, Jonathan Swift, um dos escritores mais iconoclastas de todos os tempos (só pra se ter uma idéia, seu ensaio “Uma Modesta Proposta”, onde é aconselhada às autoridades a exportação de carne de crianças pobres pra conter a explosão demográfica inglesa e que hoje é considerado uma pérola do humor negro) era pastor anglicano. Ponto.

  6. Não sigo nenhuma religião e respeito a todas com restrições. Papo de religião é possível (até certo ponto) se for aberto, do contrário vira tentativa de doutrinação. Acho interessante ver pela TV possoas se embebedando das palavras dos pastores pois eu ouço e para mim eles falam e não falam nada. Os padres católicos em geral também, para mim, falam e não falam nada. Gosto é de música mesmo assim a polêmica acontece quando uma pessoa me fala como verdade absoluta – Do tipo “meu Deus é isto…” – que “O Caetano Veloso é o maior”. Respeito a opinião só que não concordo.

  7. Marco, vou procurar ler o livro sim (agradeço desde já a sugestão!), mas a própria Bíblia, que é o nosso “manual de vida”, é contra a embriaguês: “E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito.” Ef 5:18
    Eu, no caso, não bebo porque não gosto mesmo. Já bebi muito, mas a ressaca no dia seguinte quebrava todo o barato. rs!!!

  8. O que Paulo diz aí para os cristãos de Éfeso é mais um conselho de ordem prática do que qualquer tipo de doutrina. Aí ele está falando de alcoolismo, não de um vinhozinho. Quando ele escreveu a Timóteo, que era um grande amigo dele, aconselhou: “Não beba somente água, mas tome um pouco de vinho para ajudar a sua digestão, pois você tem ficado doente muitas vezes” (I Timóteo 5:23)

  9. Uma que eu acho que é o fim da picada e vc não mencionou é “crente não vai a praia” ou quando vai, entra na água com roupa.
    Bom, Cristo ia a festas, ia no mar, passeava pra caramba e não tava nem ai para os que os outros diziam, e é esse Cristo que eu tomo de exemplo. E não essas doutrininhas que geram hipócritas.
    Como eu ja falei uma vez, Cristo morreu na cruz pra nos salvar, sofreu pra caramba para nos perdoar. Ai chega um prego e vem falar: calça comprida vai te levar pro inferno, brinco, ouvir músicas boas é coisa do cão. O cara é tão cabecinha que Cristo dele é netralizado por um objeto ou uma ação sem significado.
    Eu ouço muito dessas besteiras, por isso ja tenho resposta na ponta da língua.

  10. Thalita, você é dez. Minha irmã também é crente (Batista) e é uma menina muito jóia. Eu sei que é um puta de um chavão, mas há os bons e os ruins em qualquer grupo – assim, estigmatizar alguém só porque é crente é muita estupidez.
    A não ser que o sujeito também seja corinthiano – aí merece a morte ! (Brincadeirinha, viu, patrulheiros ??)

  11. Fui criada como catolica, com direito a primeira comunhao e tudo mais. Atualmente, nao sou exatamente catolica e acredito em mais do que o catolicismo prega (e desacredito em outros dogmas tambem. Enfim, este nao e o ponto). E verdade que rola preconceito em relacao a crente. Por que? Nao sei. Talvez por ser minoria, no maior pais catolico do mundo. Minorias normalmente sao alvo de preconceitos. Eu mesma nao ia muito com a cara de crente. Se me diziam “sou crente”, eu torcia o nariz. E, infelizmente, conheci muitos crentes nao-legais (nao estou dizendo aqui que nao existem pessoas nao-legais de outras religioes. Mas, quando ja rola um estigma, sabe como e…). Mas, dai, eu conheci a familia de uma grande amiga. Quando nos conhecemos, ela nao era mais crente, mas a familia era. E eles sao otimos. Eu, ja ha tres anos, vou as apresentacoes de fim de ano na Igreja deles (que e Batista) e me divirto muito. Sao pessoas boas, com suas crencas que, apesar de nao serem as minha, eu respeito. E ponto. Nao tem porque discutir por isso.

  12. Sou católico não praticante.
    Por acaso você está criticando minha religião, seu cabeçudo???
    Deixo já avisado, se estas ofensas se repetirem mandarei eu mesmo padres pedófilos aí para te comerem.

    Mas de boa.. Sempre tive uma queda pela religião Batista. Queria conhecer melhor, mas não tenho tempo.
    O santo daime me deixa alucinado e não consigo nem caminhar por semanas.

  13. Bom saber que a Igreja Batista tem uma boa imagem. Recebi uma formação batista e não me arrependo, muito pelo contrário. Ah, e as aulas de história bíblica que eu dava pras crianças na igreja eram do mesmo jeito que eu conto aqui. E o pastor gostava pra caralho.

  14. ps: (quanto ao post) se Jesus tivesse se importado com a imagem que tava passando, não teria feito o que fez.
    *já que estamos falando de credo..*

  15. É dificil falar de preconceito, em qualquer sentido, seja religioso, racial, sexual, seja qual for. insisto em dizer que estamos apenas acentuando as diferenças e é nisso que ele reside, ao invés disso poderiamos ver nossas semelhanças, não apenas os protestantes, evangélicos, católicos, budistas são discriminados, ateu também é, nunca tentei fazer ninguém virar ateu, mas sofro uma constante tentativa de lavagem cerebral por aqueles que descobrem minha condição, lembrem-se que o dialogo é muito mais produtivo que as brigas, e as idéias existem para serem expressas e nunca omitidas, mas cada qual tem seu espaço para isso, fazendo com que o direito de expressar nossos ideais seja respeitado.

  16. Minha religião é um meio que encontro de estar mais próximo de Deus, mas isso não significa que, quem não a segue, ou msm não a tem, está mais distante de Deus do que eu.
    Muitas vezes, o preconceito, ou a discriminação é resultado dessa nossa necessidade em espalharmos aos sete-ventos que, somos um povo feliz, um povo q tem Deus no coração.
    Ahhhh…
    E Thalita, eu sofri discriminação sim!
    Por sermos crentes, mtas vezes nos abstemos, ou pelo menos deveriamos, nos abster duma porrada de coisas.
    E, desde moleque eu era sacaneado, moleque de familia crente estudando em escola catolica (a unica da cidade, imagina como era todo dia rezar a Ave-Maria… Esse é um exemplinho…
    Feliz é vc q nunca passou por isso! .-P
    Ou sei lá, qdo menina, talvez, vc nunca tenha experimentado ir da sua casa à igreja com uma Biblia embaixo do braço.

  17. Fui batizada na Igreja Católica, mas desisti das aulas de catecismo, sendo que muitos me repreendem por isso. Já visitei centros espíritas e até uma Igreja Metodista. Não cheguei a nenhuma conclusão. Aprendi uma coisa: que Deus está em todo lugar e que não preciso entrar em nenhum templo pra orar e conversar com ele. O mais importante não é seguir nenhuma religião, é ter ele dentro do seu coração. Acima de tudo: creio em Deus, e que Jesus nos salvou, e isso está acima de qualquer religião.

  18. bem..se teve algo a ver com meu comentário ali embaixo..eu não ataquei todo o grupo, tanto q especifiquei falando “crentes desse tipo”,meu irmao é evangelico e é fechado de tatuagem,inclusive,trabalha com isso, sei muito bem como funcionam as coisas.Sou contra fanatismos de QUALQUER espécie e respeito toda crença ou escolha saudável.
    Bem..na verdade acredito que nós dois concordamos, só ouve uma pequena falha de comunicação. =)

  19. Fala grande Marcuaurelio. Você sabe bem o que é passar por “moderninho”, “liberal”, “acomodado ao mundo” entre outras coisas, vai na tua força rapaz, Deus tem olhado para ti e eu tenho pedido a Ele que não deixe de olhar mesmo!
    E chicoteia ae!!!

  20. Sobre esse papo de bebida aqui no comentários só uma coisa: Evangelho de Lucas 7.34: “Veio o Filho do Homem, comendo e Bebendo, e dizeis: Eis aí um glutão e bebedor de vinho, amigo de publicanos e pecadores!” O que isso quer dizer? Que Jesus tomava um bom vinho, isso não quer dizer que ele chapava e ficava doidão de vinho, quer dizer que gostava de sentar-se à mesa e curtir um bom vinho com seus amigos.
    Se olharmos para a história do Cristianismo temos dois exemplos no lado reformado que atestam bem o vinho: Lutero e Calvino. O primeiro, dizem que não abria mão de um bom vinho após os cultos, o segundo, conta a história que recebia parte de seus honorários da prefeitura de Genebra em vinho.
    O erro não é beber, é chapar, cair de bêbado, tornar-se dependente.

  21. Sabe que eu não digo nada, sou daqueles caras que foram criados com um pai explicando as histórias da bíblia, numa versão bem de confronto com a bíblica, ouvia dele desmintiras sobre deus e Jesus. Após um susto da vida, hoje vejo meu pai um cara religioso, pagando promessas e não perdendo uma missa quando pode. Isso tudo aconteceu mês passado. Meu pai sempre ria dos “crentes” com a bíblia debaixo do braço, e hoje é religioso. Acho que a Gabi está um pouco confusa, ainda mais agora que já se tornou famosa por aqui, vai cada vez mais atacar, com certeza não dará o braço a torcer, nessa altura ficaria feio, julga. É importante ter fé, ainda encontrarei a minha, mas uma fé sadia, não tipo isso que a menina pensa ser.

  22. Bom, eu não sou católica. Sou filha de mãe solteira, nasci quando ela estava com 15 anos. Minha avó (católica até então) me levou para ser batizada na igreja do bairro. Como minha mãe não era casada, se recusaram a me batizar. Como se eu tivesse alguma coisa a ver com o assunto… Por esta e por outras (lêia-se inquisição, padres comedores de criancinhas e etc.), nunca gostei muito da igreja católica. Fui criada como espírita, mas simpatizo muito com o Budismo.
    Os meus amigos crentes são da Igreja Batista, com a qual eu sempre simpatizei. Mas vocês tem que admitir que alguns crentes são osso duro de roer. Como aqueles que vêem o demônio em tudo ou se acham os escolhidos. Sabe aquele tipo que carrega a Biblia em baixo do braço para todo o lado e enche o peito para falar de Jesus, mas é incapaz de respeitar um idoso ou dar vez no trâsito?
    Vocês não sabem como é complicado ser simpatizante de uma religião não cristã e trabalhar num escritório onde a maioria é crente. Ou você esconde a sua preferência, ou se prepara para ser tratado como anti-Cristo.
    Mas, graças a Deus a gente vive num país relativamente livre. E nem todos são intolerantes.
    Gosto muito de ler a Biblia, mas somente os Evangelhos, Cristo devia ser uma pessoa muito bacana. As Epístolas de Paulo eu particularmente não gosto. Acho que ele é responsável por muitas idéias negativas que nos perseguem nos últimos 2000 anos. Inclusive é sobre isto que trata a Superinterssante deste mês. Vale a pena dar uma olhada!
    Deus abençoe a todos!

  23. Sobre beber: O primeiro milagre do JC foi transformar água em vinho, então…
    Não acredito na religião ou igreja como salvação, mas sim edificação de espírito. Você paga academia para ficar com o corpo sarado e paga dízimo para crescer em espírito.
    Sou católico não praticante, mas era coordenador de grupo de jovens. É incrível a sensação de cantar junto, orar com a galera e dividir palavras. Minha irmã é crente, daquela de saia e cabelo comprido, e nunca tentou me induzir a ir na igraja ou coisas assim. Às vezes aquela crentaida se reúne lá em casa e te digo uma coisa:
    Os caras são bons prá contar piada.
    Hoje não sigo religião nenhuma. Falo com Deus do meu jeito e sei que ele me entende, porquê ele sempre me dá uma força quando preciso.
    Ah, ele me disse ontem que o Elvis não tá lá não…

  24. Não tenho formação religiosa alguma e nunca li a bíblia!!! Nem por isso sou melhor ou pior que tantos outros. Amor e respeito são coisas que vem de dentro, com uita ajuda do tipo de educação que se teve. E ai Marco qdo vão meter o pau em quem não tem religião?rs

  25. Sou evangélica desde os 4 anos de idade, e nunca sofri nenhum preconceito, e nem me encaixo no que o marco aurelio disse… essa historia de que crente nao faz nada, é passado…hoje as igrejas se renovaram, abriram a cabeça… nós q somos crentes, vamos a praia, tomamos vinho, usamos maquiagem, cortamos o cabelo… nós não somos ets, como muitos nos tratam… e eu tenho muitos amigos que não são crentes e nem querem ser, e eu respeito isso, e mesmo assim me adoram… mas como em todo lugar, tem pessoas ruins sim, o que não quer dizer que sejam todos… com relação a Gabi, eu a entendo, não concordei com o jeito que ela disse, mas eu entendi o ponto de vista dela, talvez ela não soube passar isso de uma maneira legal, pelo menos é o que eu acho… Um beijo a todos e que Deus os abençoe!!!

  26. Eu acho uma sacanagem alguém como vc usar o nome de “crente”. São tipos como esse que envergonham o evangelho.
    Nós temos que ser luz, temos que ser a diferença. O que é isso de beber, trepar?
    Acho que vc deveria ler muito mais a Bíblia, e ver que crente não é só um nome a ser usado, é um caminho a ser seguido, e com fidelidade, pois com Deus, colega, não se brinca.

  27. Eu sou de formação cristã, de família com espíritas e católicos, e uma pancada de amigos evangélicos (batistas e luteranos)… Convivi com crentes que eram extremamente legais, e com crentes muito estúpidos porque se achavam os Escolhidos entre os ímpios só porque eram crentes…
    Sobre isso disse o próprio Filho do Homem: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor, entrará no Reino dos Céus, mas sim o que faz a vontade de meu pai” (Mateus, 7:21), e completou Alan Kardec em “O Evangelho Segundo o Espiritismo”: “São cristãos esses que o honram através de atos exteriores de devoção, e ao mesmo tempo sacrificam no altar do egoísmo (…)? Servindo-se apenas das formas, podem impor-se aos homens, mas não a Deus”.
    Tem gente de “banda podre” em todas as religiões. Infelizmente, a maioria sofre pela má fama da minoria, em grande parte dos casos…

  28. Marco,
    ter blog público é isso ai.Tem gente legal e babaca em todas as profissões, religiões, países etc…e sempre entra alguém nos blogs querendo encher o saco.
    Voce tem que esperar por isso.
    Não posso dizer que ainda sou evangélica, porque não frequento a igreja há anos, mas tenho respeito com a religião de todos, e acho que voce pegou pesado demais com a moça. Ela é prepotentezinha como muitos o são em outras religiões também. Mas não merecia baixarem o nivel.
    Enfim, louvo sua atitude de abrir espaço pros evangélicos se manifestarem, e quero deixar meu protesto contra todos os leitores que engrossaram a lista de comentários cretinos, obscenos e preconteituosos no post lá de baixo.
    Aliás quero lembrar que crentes fanáticos são um estereótipo, que virou um ícone do ódio dos intolerantes, que são igualmente prepotentes e fanáticos no preconceito que professam.
    Minha gente, nem todo crente é bitolado, nem todo umbandista é macumbeiro, nem todo católico é hipócrita, nem todo espírita é médium.
    Será que não dá pro mundo tentar viver em paz?
    Feliz Ano Novo pra todos!

  29. Respeito a crença de todos de todo o coração, mas em alguns sentidos sou meio Niestche e acredito que religião, Não importa qual, é uma bobagem. Mas o fato é que desde criança só me deparo com crentes chatos que me enchiam de medo de pecados e do satanás. Só que isso não é regra, e vc por exemplo parece ser um crente manero, marco aurélio.

  30. “Religião”, na acepção pura da palavra, é apenas a porra da ponta do iceberg para tudo o que vem por baixo. Não tenho religião, tenho fé. Acredito na filosofia do espiritualismo, em reencarnação, em pontos de luz, em merecimento e outras cousas e lousas, mas também acredito em imagens católicas. Rezo fervorosamente para N. Sra. Aparecida, que também é minha padroeira. A “Cidoca” – como um amigo meu a chama – já me quebrou ALTOS galhos!
    Enfim, no profundo interior de meu ser enquanto eu, além de muita meleca, há também muita fé, que, por sua vez, é totalmente embasada no bom e velho SINCRETISMO!
    Abço!

  31. estudei 15 anos em colégio católico. depois de véia passei a frequentar uma igreja batista –
    a igreja batista da água branca, aqui em SP, é muito boa. o pastor é um dos caras mais lúcidos que eu conheço.
    atualmente venho frequentando um centro budista. o sumo de tudo isso, pra mim, é um só:
    amar os outros, tentar fazer o melhor para os outros, combater voluntariamente os atos de egoísmo – a essência é essa, tenha o nome que tiver.
    amor não tem nome.

  32. O principal problema que eu tive nos anos que sou evangélico se deu com os crentes. Eles encrecaram comigo (e me puniram) porque eu leio o JMC. E para mim “crentes” e “cristãos” não são a mesma coisa. O crente é escravizado por visões mesquinhas e ideológicas de mundo. O cristão é aquele que é verdadeiramente livre por Aquele que é a Liberdade.

  33. Mas o tempo aqui na minha cidade está um saco! Quando chove, em geral, não faz sol. Quando faz sol, raramente chove. Por incrivel que pareça quando o sol se põe, começa a ficar escuro. É o que acabou de acontecer, há poucas horas atrás. Devo me preocupar???

  34. A minha irmã se meteu com uma igreja batista e em pouco tempo tava fanática, ou tomada do espírito santo, como ela falava. Cada versículo da Bíblia que ela usava nos discursos, soava como uma forma de “desconjurar” os outros pobres pecadores que não haviam encontrado a salvação como ela. Cada bíblia que ela dava pra alguém (e ela distribiu muitas bíblias) era como uma pedra que ela jogava num pobre ímpio que ainda não havia se rendido ao poder do sangue de Jesus. Ela não queria mais saber das coisas do mundo, por que tudo era coisa do capeta. TV, só para ouvir a pregação dos picaretas do dízimo. Música, só de Mara Maravilha e outras pérolas do louvor a Cristo. Atualmente ela se afastou da igreja e se tornou uma pessoa beeeeem melhor. Está salva, eu diria. Amém.

  35. Eu não tenho religião, não acredito em Deus nem porra nenhuma. Não tento convencer ninguem de fazer o mesmo nem gosto que façam isso comigo. Cada um acredita no que quiser, simples. Esse negócio de beber ou não tb é de cada um, não tem nada a ver uma religião proibir.

  36. Queimou meu modem na empresa, fiquei a tarde toda sem ver os comentários, acreditava que a Gabi não apareceria mais, mas voltou e com aliados, acredito que ela ainda não entendeu o sentido da palavra EXPRESSÃO, porra, sei que o blog não é meu, mas isso está passando dos limites, estou ficando irritado, poxa, ela poderia ter no minimo respeito pelo pensamento alheio.

  37. O pior de tudo que ela xingou até não poder mais, e não consegue parar de ler os textos, acho que ela tem algum desejo reprimido ou sei lá, mas ainda não consigo conceber a idéia de que ela não gosta desse blog.. ELA NÃO SAI MAIS DAQUI, bom para você marco, o seu contador esta girando bem rápidinho..

  38. Não gosto religiões em geral, tenho uma tia que é adventista do sétimo dia fanática, nunca vi ela fazer nada de caridade prá ninguém, mas o dia que viu minha tatuagem, me disse que eu não vou pro céu porque sou marcada, na verdade fanatismo religioso, torna qualquer pessoa insuportável.
    Beijim.

  39. Ler mais a Biblia ????? Pelo que sei do Marco Aurelio ele leu a Biblia inteira, de cabo a rabo…E de quebra ainda faz com que pessoas que nunca a leram tenham vontade de faze-lo,atravez do Jesus me chicoteia.

  40. CARALHOOOOO!!!!!!!!!
    Vocs escrevem pá caralho heim!!!!
    Até cansei de ler…
    Mas nao deixei de observar uma coisa: A tal da “gabi” só sabe “criticar” o Marcorélio mas nao sai do blog dele né!!!!
    Acho que ela sente um amor platônico por você Marcuréio!!! só que nao quer admitir…
    HEhehehehehe

  41. … se bem que a única Igreja Batista que eu conheço – fora aquela adjunta ao Colégio Batista Brasileiro, esquina da rua Monte Alegre com a João Ramalho – é a que Mr. James Brown bota para foder em Blues Brothers!
    Amém!

  42. Olha, como crente/evangélico/protestante nunca sofri preconceito não, no sentido de ser discriminado, mas as pessoas sempre achavam meio esquisito. É o diferente, o estranho, não tem jeito. Se bem que agora, com essa explosão dos evangélicos, a coisa tem mudado.
    Mas acho que o estereótipo do crente ainda é bastante forte, e por culpa nossa. Temos mania de querer nos afastar do “mundo” cheio de pecado, como se isso nos santificasse.

  43. C.S. Lewis é genial. Ele faz, na minha opiniao, a segunda melhor defesa ao `Hedonismo cristao` que ha, a primeira sendo do tambem excelente G.K. Chesterton… Eu, pessoalmente, prefiro o Lewis, o cristao cujo cachimbo eu nao seria digno de limpar, hehehe…

  44. poxa (x=rr) gente, o meu conceito de ser feliz é tao mais simples q acho q vou fundar uma seita (q la vem historia):
    SEJAM FELIZES DA MANEIRA Q VOS DE VONTADE, com uma unica regra universal (uma em vez de 10, simples né?): 1.§unico: sera feliz sempre fazendo o q quiseres com a UNICA CONDIÇÃO de nao prejudicar a nenhuma outra alma viva nem a si próprio. pronto, ta liberado o sexo entre pessoas descomprometidas e com camisinha. desde q ambas (ou mais) pessoas queiram. ESTÁ INAUGUADA A SIMPLES IGREJA DO SÉCULO XXI – alguém se habilita?
    ps: parabéns pelo blog, mto interessante e…. polêmico

  45. OLÁ PESSOAL, NÃO QUERO AQUI OFENDER NINGUÉM, MUITO PELO CONTRARIO, FREQUENTEI A IGREJA CRISTÃ DURANTE MUITO TEMPO, FOI A ÉPOCA QUE A MINHA ALMA MAIS ERA REFRIGEDA, MUITO BOM..MAS LARGUEI, E NÃO CHEGUEI A SER BATIZADO NAS ÁGUAS, BEM O MEU COMENTARIO É O SEGUINTE, CONHECI UMA PESSOA CRISTÃ QUE É DA IGREJA ADVENTISTA, ESTAMOS NAMORANDO A 6 ANOS, ATÉ AI TUDO BEM, MAS ACONTECE O SEGUINTE: SOMOS CASADOS, OU SEJA ADULTERIO PURO, E MAIS INTRIGANTE DE TUDO, ELA FICA SABADO O DIA TODO NA IGREJA, NO DOMINGO VAI PRO CLUBES DANÇAR E BEBER CERVEJA, ELA É ADVENTISTA DE BERÇO, VEM DOS PAIS DELA, NOSSAS BRIGAS É NÃO CONCORDAR COM QUE ELA FAZ…EU NUNCA VI UM CRENTE ASSIM…OU PULA O MURO OU DESCE DELE…..ABRAÇOS

Deixe uma resposta para Gabi Cancelar resposta