Charlie's Angels

Ontem fui assistir Charlie’s Angels na sempre agradabilíssima companhia de Camilita. Não há muito o que falar sobre o filme: é engraçado, movimentado, tem cenas de ação ótimas. Cameron Diaz, Drew Barrymore e Lucy Liu são gostosas pra caralho, a Demi Moore tá meio derrubada. Não vou falar mal do Rodrigo Santoro só porque o cara passa o tempo todo calado. Ele desempenhou bem o seu papel: ficar 90% do tempo sem camisa, para fazer a mulherada babar.
Um problema muito sério no filme: certas cenas impossíveis parecem mais convincentes do que uma simples caminhada das Panteras por um gramado. Tudo graças a essa maldição chamada chroma key. Para quem não sabe, é aquele lance de o cara atuar em frente a uma tela azul, na qual o cenário é aplicado depois. Há cenas do filme que lembram aquele episódio do Chapolin em Vênus (Uh, Chupulu), de tão toscas. O chroma key deveria ser banido para sempre.
Mas não quero falar de nada disso. Para mim a melhor surpresa do filme é a participação de John Cleese, do Monty Python. Deve ter sido uma honra imensa para o Matt LeBlanc (o Joey de Friends) contracenar com esse mestre absoluto. E toda vez que ele falava “What are you talking about?”, eu lembrava da clássica Dead Parrot Sketch:
— Well, he’s…he’s, ah…probably pining for the fjords.
— PININ’ for the FJORDS?!?!?!? What kind of talk is that???

Eu AMO John Cleese. Acho que falei isso umas duzentas vezes pra Camila. E ainda foi pouco.

29 comments

  1. No “Para uma menina querida demais” vc conseguiu descrever muito bem um sentimento que tbm sinto e que nunca consegui expressar… É tão bom quando isso acontece! 🙂

  2. Tudo bem, porque eu falei umas cem vezes sobre o dorso do Santoro, umas cem sobre como as três moças são absolutamente lindas, e umas trezentas sobre a blusa da Cameron Diaz. E digo mais: eu quero uma blusa igual àquela! (já que corpo igual àquele e cabelos iguais àqueles é impossível)

  3. Acho que a cor é verde, sim… ((no cinema também)).
    Mas nada supera o Chapolim de Venus. A cena do vôo, com direito àquele efeito sonoro de reverberação, entra para o panteão dos Grandes Momentos da Ficção Científica.

  4. O melhor é: “Sir,this parrot is dead. It is no more. It has ceased to be” (ou algo assim).
    A vida de brian é o segredo da felicidade. O filme mais engraçado que eu já vi na vida.

  5. Na época das filmagens, li uma entrevista do Cleese em que ele reclamava das condições de produção.
    Ele achava inadmissível um filme com o orçamento tão alto ter, em muitas ocasiões, trechos do roteiro alterados poucas instantes antes das filmagens.
    Perguntar não ofende: as gêmeas Olsen aparecem mesmo no filme?

  6. Vi o filme ontem também porque segunda é mais barato. Ok, isso não está em questão. Gostei do filme, engraçado e movimentado mesmo. Concordo com o Marco. O Rodrigo desempenhou muito bem o seu papel, que realmente não era falar. Mas parece que terão 2 ou 3 cenas novas no DVD em que ele aparece e, acreditem se quiser, fala!
    A Drew é a mais feia, a Cameron, elegantérrima e Lucy, super engraçada.
    “Não gosto do filme pq nao tem nada a dizer, é muito mentiroso e blablabla.” Puta povo chato. Querem mensagens em todos os filmes. O que eu gosto nesse daí é justamente a fuga da realidade. Vai me dizer que alguma mulher aí não queria ter pelo menos algumas das muitas características das panteras?

  7. esse lance do chroma key eu vi no um, é tão feio que estraga o filme todo, e todo mundo percebe, menos os produtores claro…
    Chapolin pode colocar o quer quiser, ele pode

  8. Lud, o Rodrigo Santoro até que falou sim, no filme, mas cortaram as falas dele, pois ficaria muito grande a cena. É a em que ele tá no mar e tal.
    E ao dizer que Drew Barrymore é feia, tenho que, infelizmente, citar o Faustão: “Ô LOUCO, MEU!” Mas gosto é gosto e não discutiremos.
    E adorei o filme. Bruce Willis também aparece, ele é morto dentro do avião.

  9. Eu quero é um corpo igual ao da Demi Moore quando eu chegar aos 40. Aliás, corrigindo: eu quero é ter 300 mil dóla sobrando pra torrar no Pitanguy e ficar com um corpo daquele aos 40. Sim, Demizinha torrou 300 mil George Washingtons pra se recauchutar pro filme. Assim, até minha mãe fica gostosa, porra!

  10. Uma blasfêmia falar que a Drew Barrymore é a mais tesuda. Apesar da cara de velha da Cameron, mas o sorriso daquela mulé, compensa… Ela é a melhor das três… No doubt…
    PS: Vale lembrar que a Drew ‘Nunca Foi Beijada’ :p

  11. John Cleese é reeeeei!!!!
    Monty Python é tudo de melhor nesse mundo e ao redor dele!
    Eu queria ser uma daquelas mulheres imbecis que fazem figuração nos episódios do Monty Python. Ficaria caladinha que nem o Rodrigo Santoro amarradona!

  12. DREW BARRYMORE É MELHOR Q AS OUTRAS E PRONTO
    Cara ela inspira os garotos, extraindo energia sexual para todos, pq pra ela é “como se fosse a primeira vez”
    Então ela faz isso sempre entende?
    mesmo se ela “nunca foi beijada”

Deixe uma resposta para vanessa Cancelar resposta